Conheça as ações do Galo FA durante a época de pandemia

Treinamentos a distância, preparações para futuros jogos e iniciativa dos protocolos de saúde para as possíveis retomadas aos treinamentos presenciais mediante uma pandemia que vigora por quase dois anos: é o Galo Futebol Americano tentando, com as forças que tem por sua diretoria, estabelecer seu ritmo no cenário estadual.


Fora das jardas:


Durante os anos 2020/2021, o time alvinegro conseguiu inovar no lançamento do seu uniforme em uma linha de jogos. A diretoria optou por um lançamento inspirado no game Madden NFL, e contou com imagens-símbolo de Protásio (K), Kikito Teixeira (WR), Parres Lee (RB) e Miguel Mendonça(QB).


Houveram também treinamentos em conjunto durante a pandemia com as esquipes do São Bernardo Avengers, Canoa Bulls e Santa Cruz Pirates, todos realizado pela plataforma Zoom.


O Galo FA também protagonizou feitos em Minas Gerais, como sendo a primeira equipe a ter o seu próprio ônibus plotado.


Tecnologia & informação:


Para deixar o público informado, a diretoria optou pela realização do aplicativo alvinegro, já disponível para Android e iOS. O intuito é fazer com que o app mobilize a paixão pelo esporte norte-americano no Brasil e exponencie para o máximo de torcedores, sustentando a marca Atlético Mineiro e Galo FA no ramo digital. O aplicativo conta com a disponibilização de fotografias, notícias, títulos, o tradicional “Quem somos”, o Galo FA, entre outros.


Futuro centro de treinamento, lançamento de uniforme e ações sociais:


O time alvinegro e sua diretoria não deixam de lado o vislumbre do possível centro de treinamento a ser construído na Vila Olímpica. Muito se fala na possibilidade de o Galo FA realizar o primeiro centro de treinamento para futebol americano em Minas Gerais. Já sobre o lançamento de uniformes, entre os anos 2020-21, a camisa rosa em combate ao câncer de mama teve o lugar no coração dos torcedores alvinegros. O Esquadrão também realizou novo lançamento no decorrer do ano ao comemorar suas conquistas em uma camisa estilizada.


Já neste ano, duas ações sociais foram estabelecidas. Com o advento da pandemia, o Galo FA auxiliou a campanha Doe Sangue para o Hemominas bem como também coibir com cestas básicas (junto à torcida GDR). 150 dessas foram distribuídas ao bairro Céu Azul em detrimento de pessoas com necessidades. A ação também contou com cobertura da TV Galo.


Importando e exportando talentos


A diretoria teve, além de todo o exposto, importante participação na importação da cultura americana ( como o caso da chegada do Coach Joshua Dirmman) e exportação de talentos (o caso de Robert Emanuel ao México bem como o de Pollys Junio à Alemanha).


Comunicação - Galo Futebol Americano

Gabriel Francisco | Luiza Dornas

35 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo